MORADORES DO MORRO DO BUMBA COMEMORAM ENTREGA DOS APARTAMENTOS

09/17/2012 às 4:47 pm | Publicado em Informações | Comentários desativados em MORADORES DO MORRO DO BUMBA COMEMORAM ENTREGA DOS APARTAMENTOS

Em menos de um mês, a conversa que Norival dos Santos, 72 anos, e Valéria Rosa, de 37 anos, tiveram na manhã da última quarta-feira, dia 29, acontecerá em uma das mesas de xadrez do conjunto habitacional que será entregue pelo Governo do Estado no bairro Viçoso Jardim, em Niterói. As unidades, 180 ao todo, serão habitadas pelos antigos moradores do Morro do Bumba, que perderam suas casas na chuva de abril de 2010, e do Morro do Céu, que foram desapropriados por causa da desativação do aterro sanitário. Durante o bate-papo, os antigos vizinhos relembraram os momentos de tristeza, mas também compartilharam a esperança de uma nova vida. Os dois guardam uma certeza: o recomeço.

“Não posso dizer com exatidão o que estou sentindo. É uma mistura de sensações. É alegria, medo de como vai ser a adaptação. A verdade é que a ficha ainda não caiu. Acho que só vou acreditar mesmo quando o Governador entregar as chaves. Aí a casa vai ser minha. Vai ter o meu nome, vou pagar IPTU. Quando fechar os olhos, deixo uma casa para a minha filha”, conta emocionada Valéria, que mora com Marcela, de 19 anos, no Cubango, que paga com o auxílio do aluguel social.

A conversa entre Norival e Valéria aconteceu depois da capacitação, organizada pela Secretaria de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos, sobre os direitos e deveres da vida de condômino. O conjunto habitacional é dividido em nove blocos, com 20 unidades em cada. A obra custou R$14,24 milhões com recursos da União e do Governo do Estado. Quem aprovou o local da construção, onde funcionava uma garagem, foi Norival. Desde 2010, o aposentado já se mudou três vezes, mas dessa vez tem certeza que é a última.

“Primeiro fui para um abrigo, onde passei uma semana, depois me mudou para a casa da minha irmã no Rio, mas ficava muito distante vir à Niterói para resolver os problemas com documentação. Achei melhor ir para São Gonçalo e ficar com a minha sobrinha. Quando comecei a receber o aluguel social resolvi morar sozinho em São Gonçalo, mas gosto mesmo é daqui”, contou Norival que morava no Bumba desde 1998.

Já Valéria será a proprietária do apartamento 504, bloco 2B. O sorteio das unidades aconteceu no ltimo dia 25 de agosto, na sede da Secretaria de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos, no Centro do Rio. Os beneficiados compareceram em peso para saber em qual bloco e apartamento vão morar. Por decisão deles, e muito comemorada, os moradores do Bumba e da Chácara do Céu não vão ficar em blocos separados. Na ocasião, eles também assistiram a uma apresentação da engenheira Susane Herschörfer, da Secretaria de Estado de Obras, e o representante do INEA, Nelson Bonzoumet.

“A Secretaria de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos assumiu o compromisso com as famílias que foram vítimas de tragédias climáticas, como a que aconteceu no Morro do Bumba, em 2010, e na Região Serrana, em janeiro do ano passado. Atuamos também, a pedido do governador Sérgio Cabral, na atualização do aluguel social para os moradores da área. E chegamos a esse ponto, do sorteio dos apartamentos, com um enorme desafio pela frente: transformar esse conjunto em modelo para os próximos que serão construídos no Estado. Modelo não apenas em relação a infra-estrutura, mas também na convivência fraterna entre os vizinhos”, destacou a secretária executiva, Maria Celia Vasconcelos.

Os moradores não vão pagar nada pelos novos apartamentos e ainda terão direito, mesmo já morando no conjunto, à parcela de setembro do aluguel social. Seis, das 180 unidades, são para portadores de deficiência física com mais espaço para facilitar a movimentação da cadeira de roda. Cada apartamento, com 36,1 m, tem sala, dois quartos, copa/cozinha, banheiro e área de serviços, que já vem com piso.

Os momentos de sofrimento vão ficar para trás. Valéria já recebeu uma doação de 10 kg de carne para preparar um churrasco. “Precisamos comemorar. Foi uma etapa muito desgastante da minha vida, mas sentia que precisava ajudar a todos, ainda mais depois de ter sido escolhida como representante dos moradores. Fui aos poucos abrindo portas na Prefeitura, no Governo do Estado e, em pouco tempo, já estaremos com as chaves em nossas mãos”, torce Valéria, que vai ter a mesma sensação de vitória dos 93 moradores, também do Bumba, que já receberam os apartamentos em Várzea das Moças, Niterói, entregue em abril de 2010, pelo governador Sérgio Cabral.

Acesse: http://zip.net/bqhCp5

Anúncios

NOTA PÚBLICA

09/12/2012 às 12:04 pm | Publicado em Informações | Comentários desativados em NOTA PÚBLICA

A chacina ocorrida no último sábado (8) no Parque do Gericinó, em Mesquita, Baixada Fluminense, é mais um marco negativo em que o País sofre com a violência contra a sua juventude. Trata-se de um crime brutal que repudiamos e que não pode ficar impune. O fundamental, neste momento, é que as circunstâncias sejam esclarecidas, os responsáveis efetivos identificados e que governos e sociedade estejam unidos em solidariedade às famílias e com o firme compromisso de ação contra a violência, para que essa seja prevenida e enfrentada a todo momento, em todo o País.

Neste sentido, informamos que a Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República fez contato hoje cedo com o governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, que apontou a clara determinação de não dobrar-se diante das ações criminosas e manter e ampliar as políticas de atendimento à população que vive em áreas marcadas pela violência e crime organizado. O governador nos relatou as providências que estão sendo tomadas para manter a paz na comunidade bem como para responsabilizar os autores do assassinato de seis jovens no último sábado. Segundo o governador, a ocupação da polícia na comunidade tem exclusivamente o objetivo de garantir os direitos dos moradores. Apoiamos o governo estadual nesse esforço.

No cenário nacional, estamos convictos de que todos os esforços devem ser empreendidos para a superação da violência em todo o Brasil. Identificamos uma grande vulnerabilidade das crianças, adolescentes e jovens diante da violência. A superação dessa realidade é um desafio que devemos assumir integralmente. Os investimentos em políticas públicas de proteção social, acesso à educação e qualificação profissional são estratégicos para a paz e direitos da juventude brasileira.

É inaceitável a morte prematura dos filhos da Nação. A violência contra a juventude é uma violência contra todos nós.
Brasília, 11 de setembro de 2012.
Maria do Rosário Nunes
Ministra de Estado Chefe da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República

Acesse: http://zip.net/byhzCH

CURSO DO PROJETO RAMA EM NITERÓI NESTA QUARTA E QUINTA-FEIRA

09/12/2012 às 11:47 am | Publicado em Informações, Juventude | Comentários desativados em CURSO DO PROJETO RAMA EM NITERÓI NESTA QUARTA E QUINTA-FEIRA

Iniciativa é uma parceria da SUDIM/SEASDH e da NESA/UERJ

A Secretaria de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos (SEASDH), por meio da Superintendência dos Direitos da Mulher (SUDIM), em parceria com o Núcleo de Estudos da Saúde do Adolescente da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (NESA/UERJ), promove, nesta quarta e quinta-feira, 12 e 13 de setembro, o curso daRede de Apoio a Mulher Adolescente, projeto RAMA, em Niterói. O evento será realizado no auditório do Centro Universitário UNILASALLE.

O objetivo do curso é contribuir com a formação de profissionais de saúde numa perspectiva intersetorial para a prevenção e enfrentamento da violência que envolve mulheres adolescentes e jovens. A iniciativa é voltada para profissionais de saúde, gestoras de organismos de políticas para as mulheres e as equipes dos Centros de Referência de Atendimento à Mulher e de outras instituições que compõem a Rede de Serviços de Enfrentamento à Violência contra as Mulheres do Estado do Rio de Janeiro.

“É importante que as gestoras e equipes participem porque o número de adolescentes e mulheres jovens que procuram os Centros de Referência de Atendimento à Mulher vem crescendo e os conhecimentos específicos de como lidar com esta faixa etária podem ajudar nos atendimentos e encaminhamentos”, afirma a coordenadora executiva do SUDIM/SEASDH, Adriana Mota.

O projeto RAMA é desenvolvido pela UERJ a partir de um convênio entre o Núcleo de Estudos da Saúde do Adolescente e a Secretaria de Políticas para as Mulheres do Governo Federal.

A iniciativa será realizada nos municípios polo da Rede de Enfrentamento à Violência contra as Mulheres do Estado do Rio de Janeiro. Os cursos serão ofertados de forma regionalizada, ou seja, o município que sedia o curso convidará também gestoras e profissionais dos municípios do entorno para participarem.

Já estão agendados cursos nos municípios de Teresópolis (19 e 20 de setembro), Rio de Janeiro (25 e 26 de setembro) e Nova Iguaçu (16 e 17 de outubro).

A UNILASALLE fica na Rua Gastão Gonçalves, 79, Santa Rosa, Niterói.

Acesse: http://zip.net/brhzsl

CONSELHO ESTADUAL DOS DIREITOS DA MULHER TOMA POSSE NO RIO

09/12/2012 às 11:38 am | Publicado em Informações | Deixe um comentário

As novas conselheiras exercerão o mandato no quadriênio 2012/2016

 

O secretário de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos, Antônio Claret, empossou, nesta terça-feira, 04 de junho, as 21 novas conselheiras deliberativas do Conselho Estadual dos Direitos da Mulher (CEDIM). A posse foi realizada no auditório do Palácio Guanabara. As novas conselheiras exerceram o mandato no período 2012/2016. O conselho é composto por 21 integrantes, sendo 80% de representantes da sociedade civil e 20% de representantes governamentais.

“O CEDIM é um dos conselhos mais antigos na área de defesa dos direitos das mulheres e é fundamental para o monitoramento e acompanhamento das ações de promoção da igualdade de gênero e de defesa das mulheres em situação de violação de seus direitos, como violência doméstica ou ainda que sofram qualquer forma de discriminação. O Conselho também é extremamente importante no apoio à formulação das políticas públicas, porque a questão de gênero é um tema que deve estar presente de maneira transversal: na política de saúde, de educação, de habitação, de trabalho, de direitos humanos de maneira mais ampla. É um tema que deve ser sempre tratado intersetorialmente, para que as políticas públicas contribuam de maneira efetiva para a redução de assimetrias que ainda existem na questão de gênero”, disse o secretário Antônio Claret.

Criado em 1987, o Conselho Estadual dos Direitos da Mulher (CEDIM), foi um dos primeiros do país, como resultado das lutas e reivindicações dos movimentos feministas e de mulheres no Estado do Rio de Janeiro. Foi instituído para “garantir a igualdade de oportunidades e de direitos entre homens e mulheres, de forma a assegurar à população feminina o pleno exercício de sua cidadania”.

O conselho tem função de fiscalizar, assessorar e monitorar as políticas públicas para as mulheres no Estado do Rio de Janeiro. Com a posse das novas conselheiras, nós afirmamos a continuidade da presença dos movimentos feministas e dos movimentos para as mulheres na sua proposta de trabalhar as políticas públicas em conjunto com a Superintendência dos Direitos da Mulher, do Governo do Estado, e em âmbito nacional”, explicou a superintendente dos Direitos da Mulher e presidente do CEDIM, Ângela Fontes.

A sede do CEDIM, na Rua Camerino, n°51, fica em um prédio construído em 1907 e tombado pelo Patrimônio Histórico. O local abriga ainda o Espaço Cultural CEDIM Heloneida Studart, que contribui para a construção e fortalecimento da cidadania feminina, através do resgate, preservação e divulgação do patrimônio cultural, artístico e cientifico da mulher brasileira, com a implementação de atividades artístico culturais, voltadas para as ações afirmativas de gênero.

Em 2007, com a criação da Superintendência de Direitos da Mulher (SUDIM), da Secretaria de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos, o CEDIM passou a ser abrigado em sua estrutura. A SUDIM coordena a rede de atendimento às mulheres vítimas de violência, composta por centros de atendimento psicossocial e jurídico, delegacias, Defensoria Pública, Ministério Público, juizados e serviços de saúde. Além disso, presta atendimento direto às mulheres através de serviços que fazem parte dessa rede, como os Centros Integrados de Atendimento à Mulher (CIAM Rio e CIAM Baixada), com atendimento psicológico, social e jurídico e a Casa Abrigo Lar da Mulher, em parceria com o RIOSOLIDARIO – Obra Social do Rio de Janeiro, que abriga mulheres em situação de risco de vida. Segundo dados de 2011, 25 mil mulheres já passaram por esses serviços.

Acesse: http://zip.net/bthzGj

SARDINHAS APREENDIDAS SÃO SERVIDAS NO RESTAURANTE CIDADÃO

09/04/2012 às 5:55 pm | Publicado em Informações | Comentários desativados em SARDINHAS APREENDIDAS SÃO SERVIDAS NO RESTAURANTE CIDADÃO

Peixes que apresentavam tamanho menor que o permitido para a pesca foram parar no prato de milhares de usuários dos restaurantes

 

Os 16 Restaurantes Cidadãos do Estado do Rio de Janeiro serviram, nesta segunda-feira, 03 de setembro, um almoço especial com gosto de solidariedade. O carro chefe do cardápio foram as sardinhas apreendidas, na última quarta-feira, pela Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA), numa fábrica em São Gonçalo.

Doze das 35 toneladas de sardinha apreendidas foram doadas à Secretaria de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos, responsável pelo programa Restaurante Cidadão. Os peixes foram apreendidos por apresentarem tamanho menor do que o permitido para a pesca – a partir de 15 cm – de acordo com a Lei Ambiental.

“Ficamos muito felizes com a iniciativa da polícia civil de nos doar os peixes. Isso demonstra o reconhecimento das outras secretarias ao nosso trabalho. É a segunda vez que isso ocorre. No ano passado recebemos uma doação de carne de javali. Iniciativas como essa dão ainda mais credibilidade ao trabalho fundamental desenvolvido pelos restaurantes. Para nós é uma grande responsabilidade”, disse a superintendente de Segurança Alimentar, Cláudia Regina de Azevedo Fernandes.

Rica em Ômega 3, a sardinha ajuda a prevenir alguns tipos de doenças cardiovasculares, uma vez que promovem a redução dos triglicerídios e do colesterol total no sangue, bem como a redução da pressão arterial de pessoas hipertensas. A sardinha é ainda uma excelente fonte de proteínas, contendo ferro, fósfaro, magnésio, e vitaminas A, B, C, D, E e K.

“O bom dessa ação é que tivemos a oportunidade de desmistificar o consumo da sardinha, que é um peixe muitas vezes desprezado por ser barato, mas que tem o valor nutricional equivalente ao do salmão, que tem um custo muito mais alto”, explica a superintendente Cláudia Regina, acrescentando que o alimento foi preparado frito por ter maior aceitação do público.

Preparada com cebola, tomate e cebolinha, a sardinha teve boa aceitação no Restaurante Cidadão de Bonsucesso.

“Eu gostei muito, está gostosa, bem temperada. Foi uma boa opção, principalmente para mim que costumo comer peixe pelo menos uma vez por semana porque sei que é bom para o cérebro. Moro em Madureira e tenho almoçado aqui com frequência porque a comida é balanceada e bem higienizada”, elogiou a aposentada Irene Fernandes, de 65 anos.

“A fartura está imensa. Como sempre aqui porque acho a comida gostosa e o preço também é ótimo”, contou o autônomo Manoel Ramos.

Mãe de um menino deficiente, a autônoma Francisca da Silva Soares, de 59 anos, contou que o filho é fã da comida do Restaurante Cidadão de Bonsucesso.

“Eu amo esse restaurante. Meu filho, que é especial, só quer comer aqui. Trago ele todos os dias. Eu não comi a sardinha porque não posso, preferi a carne moída que também estava ótima, mas ele comeu a sardinha e adorou, falou Francisca.

Acesse: http://www.rj.gov.br/web/seasdh/exibeconteudo?article-id=1130247

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.