Campanha de enfrentamento ao tráfico de pessoas vai a Duque de Caxias

07/22/2013 às 12:50 pm | Publicado em Informações | Deixe um comentário

Próximas ações de conscientização do Movimento GIFT box ocorrerão em Campo Grande e na Cinelândia

Wanderson Costa Cruz-815

“Nem tudo o que reluz é ouro”, a frase célebre criada por Shakespeare nesta sexta-feira (19/07) não ilustrou apenas o monólogo do príncipe do Marrocos no segundo ato de O mercador de Veneza, mas também as camisetas dos agentes do Movimento GIFT box, em ação na Praça Roberto Silveira, em Duque de Caxias. A campanha tem o objetivo de chamar a atenção da população para o enfrentamento ao tráfico de pessoas e a erradicação do trabalho escravo. Coordenado pela Secretaria de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos do Rio de Janeiro (SEASDH) e Organização Internacional do Trabalho-Brasil (OIT), será realizado durante a Jornada Mundial da Juventude (15 a 28 de julho/2013).

A iniciativa consiste em uma campanha de rua que utiliza grandes ‘caixas de presentes’ que são colocadas em lugares públicos; cada uma delas é uma peça de arte que simboliza como os traficantes enganam as suas vítimas com falsas promessas, simulando o processo de aliciamento. A parte externa da caixa mostra uma embalagem de presente que oferece uma nova forma de vida com frases como: “veja o mundo e ganhe um bom dinheiro”, o que ajuda a instigar a curiosidade do público. Uma vez dentro da caixa as pessoas descobrem que na realidade não se trata de uma proposta de trabalho senão que encontrarão o relato de alguma pessoa que foi traficada e colocada em situação de exploração. Todos os casos são histórias reais e foram fornecidos por organizações que trabalham com o tema. Os nomes foram modificados e as fotografias usadas são de modelos para proteger a identidade das pessoas em situação de tráfico.

“Me abordaram agora dizendo que eu receberia um presente e eu realmente recebi. Algumas pessoas ficaram decepcionadas achando que ganhariam algum brinde, mas não paravam para ler e entender. Nós achamos que essas coisas nunca acontecem com a gente, mas li aqui um relato de um caso de aliciamento de duas meninas enganadas com drogas na bebida, sem que elas vissem. Tenho duas filhas adolescentes e elas acham que eu exagero quando alerto sobre a maldade alheia, quero traze-las aqui para tomarem conhecimento disso.”, disse a aposentada Alessandra Santos.

O secretário de Assistência Social e Direitos Humanos, Zaqueu Teixeira, participou do ato explicando às pessoas que passavam as formas de denúncia e prevenção nestes casos. Nesta semana a ação aconteceu também na Central do Brasil e em junho ela foi lançada no Complexo do Alemão. As próximas ações ocorrerão nos dias 26, 27 e 28, em Campo Grande, zona oeste do Rio, e encerram na Cinelândia, centro do Rio, entre os dias 29 de julho e 02 de agosto. Zaqueu Teixeira destacou a importância da iniciativa para a Baixada. “Precisamos prestar atenção no entorno da capital quando pensamos nestas ações”, destacou.

Deixe um comentário »

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: