Territórios da Paz apresenta plano de memória das comunidades pacificadas

08/26/2013 às 1:09 pm | Publicado em Informações | Deixe um comentário

O programa pretende lançar edital de promoção de registros memorialísticos até o fim do ano

Wanderson Costa Cruz-149-2

Com o objetivo de firmar novas parcerias, foi apresentado, nesta quinta-feira (22/08), no auditório da secretaria de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos (SEASDH), o Plano de Histórias e Memórias das Favelas, do programa Territórios da Paz, vinculado à SEASDH. O evento iniciou o debate para definir os rumos do plano, com previsão de lançamento de edital até o fim do ano, voltado para projetos de cunho memorialístico, feito por pessoas físicas ou jurídicas das comunidades pacificadas.

“Queremos promover uma articulação plural com as intenções de contribuições, estas podem ser realizadas de diversas formas, até mesmo na capacitação dos moradores que necessitem de conhecimento em determinada ferramenta para registro ou resgate memorialístico. Trata-se de um plano que pretende estimular a pesquisa sobre a própria história dos territórios, os moradores vão decidir em que formato, se através de um pequeno museu, um memorial, placas nas ruas, tudo isso é registro de memórias”, explicou o Superintendente de Territórios da secretaria, Willian Resende.

Durante um ano e meio de encontros com moradores de dez comunidades pacificadas, um grupo de trabalho promoveu a identificação e registro de material histórico. Este levantamento será publicado em livro, lançado junto com o edital que vai premiar, com até R$ 20 mil, projetos neste tema. O edital é voltado exclusivamente para moradores dos territórios do Batan, Rocinha, morros do Andaraí, Turano, Santa Marta, São Carlos, Chapéu Mangueira, Babilônia, Formiga e Ladeira dos Tabajaras. Pretendendo se estender a outras comunidades.

“O trabalho é a essência do que foi registrado nas reuniões intercomunitárias. Com essa publicação estimulamos os parceiros, o Estado e a comunidade, a trabalharem juntos, para concretizar o estudo e exposição da história das favelas. E que esta iniciativa dê espaço para que cheguem a outros territórios”, afirmou o secretário de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos, Zaqueu Teixeira.

O evento contou com representantes da sociedade civil e de diversas instituições que atuam em territórios, pacificados ou não. Dentre os participantes, a assessora-chefe do Sistema Estadual de Museus, vinculado à Secretaria Estadual de Cultura, Luciene Figueiredo, elogiou a iniciativa e colocou-se à disposição para possíveis parcerias. “Todo o processo feito por este grupo de trabalho é muito familiar, é o viés utilizado por um museu, mesmo que esta não seja exatamente a intenção do plano, mas com esse levantamento, podemos orientar as diversas forma de organização e exposição deste material e contar com o potencial criativo das comunidades. O apoio pode ser de forma conceitual, educativa ou por articulação institucional”, afirmou Figueiredo.

A representante do projeto Viva Favela, da ONG Viva Rio, Virgínia Rigot, participou do evento com o intuito de conhecer e possivelmente trazer uma contribuição com oficinas de capacitação promovidas pela sua instituição. “Acredito no projeto porque imagino que ele possa deixar essa memória viva. Seja qual for o formato, ele pode interagir com o espaço de várias formas, virtualmente ou anexado a uma biblioteca existente. O importante é implantar a cultura dessa pesquisa pelos moradores. Não precisa necessariamente que seja erguido um novo espaço físico, mas contribuir para que este roteiro entre na programação da população de alguma forma atrativa e não rudimentar”, disse Rigot.

Deixe um comentário »

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: