SEASDH participa do Exercício Geral do Plano de Emergência Nuclear

09/16/2013 às 1:20 pm | Publicado em Informações | Deixe um comentário

Atividade simula situações emergenciais nas usinas Angra 1 e Angra 2, envolvendo moradores, entidades civis e militares e governos federal, estadual e municipa

Wanderson Costa Cruz-013

De terça a quinta-feira, dias 10 e 12 de setembro, o dia-a-dia da população de Angra dos Reis, na Costa Verde, se modifica em função de um treinamento de simulação de acidente para testar medidas de segurança na Central Nuclear Almirante Álvaro Alberto (CNAAA), onde estão instaladas as usinas nucleares Angra 1 e 2. Para isso, três centros de comando gerenciam as ações, no centro do Rio, em Angra dos Reis e em Brasília.

No Centro Estadual de Gerenciamento de Emergência Nuclear (CESTGEN), vinculado ao Departamento Geral de Defesa Civil – DGDEC, representantes de diversas organizações envolvidas coordenam ações conjuntas de garantia da segurança da população, dos trabalhadores das usinas e do meio ambiente. Entre eles, o Superintendente de Políticas Emergenciais da SEASDH, Patrick Ataliba. “O nosso trabalho consiste basicamente na promoção da assistência social, criando e gerindo abrigos, acompanhando a população, gerenciando doações, além de articulação com a rede de garantia e defesa de direitos”, afirmou Patrick.

Em uma ampla sala de comando, quatro monitores mostram o que acontece em Angra – nos centros de comando, nas usinas, nos abrigos e nas ruas –, informações de meteorologia, notícias e o último monitor realiza conferências com o Centro Nacional para Gerenciamento de uma situação de Emergência Nuclear (CNAGEN), sediado no Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República (GSIPR). Mensagens descrevendo a situação na área “afetada” chegam e articuladores das diversas organizações realizam ações de contenção.

Como forma de treinamento, parte dos residentes em um raio de cinco quilômetros em torno das usinas, incluindo habitantes das ilhas, será levada para abrigos instalados pela Superintendência de Políticas Emergenciais da Secretaria de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos (SEASDH). “Trata-se de uma simulação, os moradores foram convidados e participarão voluntariamente do exercício. A secretaria tem um papel fundamental na questão dos abrigos, ao remover a população no entorno das usinas”, explicou o Coordenador do CESTGEN, Tenente Coronel Leonardo Couri.

Os exercícios gerais acontecem nos anos ímpares, quando são acionadas todas as estruturas necessárias a uma situação de emergência, enquanto os anos pares são destinados aos exercícios parciais, focados em pontos específicos. Em 2013, o treinamento é realizado pela primeira vez em um período de três dias. Desde que se iniciou, em 1996, a simulação acontecia em um dia e em 2011 passou para dois.

Além do envolvimento de integrantes da SEASDH, também fazem parte da equipe de trabalho do comando técnicos das secretarias estaduais de Segurança (SESEG), Educação (SEEDUC), Ambiente (SEA), Saúde (SES), Transportes (SETRANS), da Companhia de Eletricidade do Rio de Janeiro – Ampla, do Grupo Telemar – Oi, da Companhia Estadual de Águas e Esgotos – Cedae, da Agência Brasileira de Inteligência – ABIN e dos departamentos das Polícias Militar (PMERJ), Civil (PCERJ) e Rodoviária Federal (DPRF), do Corpo de Bombeiros Militar do Estado – CBMERJ, do Grupamento de Operações Aéreas – GOA/CBMERJ, de diversos comandos militares e de organizações de gestão de Energia Nuclear.

Deixe um comentário »

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: