SEASDH prepara parceria do Estado com o Comitê Internacional para o Desenvolvimento dos Povos

10/29/2013 às 12:13 pm | Publicado em Informações | Deixe um comentário

Experiência do Observatório Social vai ser apresentada no Fórum Mundial de Desenvolvimento Econômico Local

Wanderson Costa Cruz-0379

O secretário de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos, Zaqueu Teixeira, recebeu na manhã desta sexta-feira, dia 25, a coordenadora de Operações para América Latina e Caribe, da ONG Italiana CISP (Comitê Internacional para o Desenvolvimento dos Povos). O intuito do encontro foi tratar da entrada da SEASDH no edital da Delegação da Comissão Europeia no Brasil, que concentra projetos, de Organizações Não Governamentais e atores governamentais locais, para melhorar o acesso a serviços sociais para população em situação de extrema pobreza.

A experiência do Observatório Social da SEASDH, desenvolvida nos municípios de Queimados, Teresópolis, Nova Friburgo, entre outros, será apresentada e compartilhada como exemplo de boas práticas de abordagem territorial de desenvolvimento. A ideia, segundo o secretário Zaqueu, é que a experiência seja levada a todos os municípios da Baixada Fluminense.

“Estamos articulando com o CISP e a Delegação da Comissão Europeia o projeto para que Queimados potencialize e articule os municípios da Baixada nesta experiência, juntamente com o Governo do Estado, por meio da SEASDH.”, disse Zaqueu.

A representante do CISP, Claudia Gatti, considera a parceria uma grande oportunidade para o Estado e para o país. Segundo ela, a experiência de Queimados chamou a atenção e deve servir de modelo.

“O grupo alvo desse projeto, o Observatório, são os jovens. E para isso, é fundamental a participação do CRAS e das escolas, pois a partir dos jovens a gente chega às famílias. Temos muitos atores envolvidos e a participação das prefeituras é extremamente importante”, afirmou Cláudia.

De acordo com a representante, o projeto é muito rico e pode ainda chegar a muitas outras vertentes de informações a serem levantadas, no sentido de mapear os serviços que atendam a demandas específicas, para que os serviços realmente cheguem a quem necessita.

Para o Superintendente de Análise e Acompanhamento de Projetos, Bernard Brito, responsável pelo Observatório Social, a experiência vai beneficiar tanto os municípios quanto o próprio projeto.

“Esta vai ser mais uma parceria importante. Já desenvolvemos uma metodologia de coleta de dados para o Observatório e agora poderemos aprimorar o sistema de tecnologia, a fim de compartilhar a experiência com os municípios”, afirmou Bernard, que destacou ainda o convite que a SEASDH recebeu para a apresentação do Observatório Social no Fórum Mundial de Desenvolvimento Econômico Local, que acontecerá durante os dias 29 de outubro e 1º de novembro, em Foz do Iguaçu, Paraná.

O Fórum tem entre seus organizadores o SEBRAE, o Parque Tecnológico Itaipu, o Fundo Andaluz de Municípios para Solidariedade Internacional e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e tem como objetivo facilitar o diálogo entre atores locais nacionais e internacionais sobre a eficácia e o impacto do desenvolvimento econômico local frente aos grandes desafios da época atual, a partir das práticas existentes.

Deixe um comentário »

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: