SEASDH cadastra 500 novas famílias de Petrópolis no Aluguel Social

10/30/2013 às 12:37 pm | Publicado em Informações | Deixe um comentário

Famílias são vítimas das chuvas de março de 2013

Wanderson Costa Cruz-7914

A Secretaria de Estado Assistência Social e Direitos Humanos começou, nesta terça-feira o cadastramento de 500 novas famílias de Petrópolis, na Região Serrana, no programa Aluguel Social do Governo do Estado. São famílias vítimas das chuvas de março de 2013 e que vinham rebebendo o auxílio, no valor de R$ 500, do Governo Federal, através da Prefeitura. A partir de agora, o auxílio será pago pelo Governo do Estado em conta simplificada na Caixa Econômica Federal (CEF).
O cadastramento, realizado pela equipe da Superintendência de Políticas Emergenciais da SEASDH, na Casa do Trabalhador, segue até quinta-feira. Hoje (29), foram cadastrados os beneficiários com iniciais de A a H, no dia 30 serão as familias com iniciais de I a N, e no dia 31 as de O a Z.
A aposentada Marina dos Reis, de 61 anos, foi uma das primeiras cadastradas. Ela morava no bairro Lagoinha e teve a casa interditada após um deslizamento de pedras.
“Desde então, eu, meu marido e minha neta de 11 anos moramos em uma casa alugada no bairro Mozela. Sem o aluguel social estarísmos passando fome porque vivemos com dois salários mínimos por mês e só o aluguel é R$ 700”, contou dona Marina.
Desempregada, a costureira Carmen Lúcia da Silva, de 37 anos, que mora com o marido e dois filhos de 6 e 18 anos, também perdeu na enchente a casa onde morava.
“Além da enchente teve deslizamento do barranco. A casa está interditada e nós, morando de aluguel. Estou sem trabalhar porque tenho que cuidar do meu filho, então é só o salário do meu marido, que é de R$ 800. Eu tenho lavado roupa para fora e feito faxina para poder complementar a renda. Sem o aluguel social não sei como faríamos”, disse Carmen.
Para fazer o cadastramento é necessário levar original e cópia dos seguintes documentos: Carteira de Identidade, CPF, comprovante de residência, título de eleitor, número do NIS, Carteira de Trabalho, Certidão de Nascimento e Casamento.

“O aluguel social é uma conta cara, com essas novas 500 famílias são 1.342 aluguéis pagos pelo Estado na cidade, que somam R$ 650 mil por mês e R$ 7 milhões por ano. O que a gente espera é que a Prefeitura, nessa parceria com o Estado e o Governo Federal, consiga dar celeridade ao processo de construção das casas para que as famílias possam sair definitivamente das áreas de risco e do aluguel”, enfatizou o secretário de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos, Zaqueu Teixeira.
Para fazer o cadastramento é necessário levar original e cópia dos seguintes documentos: Carteira de Identidade, CPF, comprovante de residência, título de eleitor número do NIS, Carteira de Trabalho, Certidão de Nascimento e Casamento.
As famílias recebem o aluguel social por 12 meses, podendo ser prorrogado se necessário. A primeira parcela será paga a partir do próximo dia 28. A Casa do Trabalhador fica na Rua Dom Pedro I, 252, Centro de Petrópolis.

Deixe um comentário »

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: