Campanha Gift Box de enfrentamento ao tráfico de pessoas chega a Nova Iguaçu

11/06/2013 às 12:27 pm | Publicado em Informações | Deixe um comentário

Iniciativa criada nas Olimpíadas de Londres tem sua sexta edição no Rio

Wanderson Costa Cruz-9181

A fim de chamar atenção para a luta contra o tráfico de pessoas e erradicação do trabalho escravo, a Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos levou o Movimento GIFT Box Rio de Janeiro a Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, nesta terça-feira (05/11). Coordenado pela SEASDH, em parceria com a Organização Internacional do Trabalho (OIT), a ação ficará na Praça Rui Barbosa, s/nº, no centro do município, entre os dias 5 e 8 de novembro.

A frase célebre “Nem tudo o que reluz é ouro”, criada por Shakespeare, estampada nas camisetas dos agentes do Movimento GIFT box, vem servindo de alerta em praças do estado desde junho deste ano, onde já passaram mais de 2 mil pessoas. O secretário de Assistência Social e Direitos Humanos, Zaqueu Teixeira, ao lado da secretária de Assistência Social do município, Cristina Quaresma, inaugurou a ação na tarde de hoje.

“É importante que entrem aqui e vejam que isto pode acontecer com qualquer um de vocês, ou seus filhos, se não ficarem atentos. A informação é a melhor forma de prevenção, por isso destacamos a importância de iniciativas como esta nos municípios como Nova Iguaçu, no entorno da capital”, pontuou o secretário.

A ação consiste na campanha de rua, que utiliza uma instalação simulando grandes caixas de presentes colocadas em lugares públicos. A parte externa da caixa mostra uma embalagem que oferece uma nova forma de vida com frases como: “Veja o mundo e ganhe um bom dinheiro”, o que ajuda a instigar a curiosidade do público. Estimulados a entrar com a promessa de receber um bom presente, a população que circula nas ruas, ao entrar na caixa descobre que, na realidade, não se trata de uma proposta de trabalho, mas encontrarão o relato de alguma pessoa que foi traficada e colocada em situação de exploração.

No Rio de Janeiro a campanha foi lançada na Estação do Teleférico em Bonsucesso e já passou pela Central do Brasil, Duque de Caxias e Cinelândia, onde já passaram 1.467 pessoas. A última ação foi no município de Queimados, na Baixada Fluminense, onde estima-se ter recebido mais de mil pessoas por dia. A iniciativa foi criada no Reino Unido pela ONG Stop The Traffik, durante as olimpíadas de Londres.

“Dá tristeza ler essas histórias, ver o que aconteceu com essas pessoas. A gente fica pensando que uma coisa dessas só acontece na “novela das 8”, mas num dia como hoje chego na praça e vejo essas histórias tristes. Vejo que isso tudo é realidade, que tem pessoas no Brasil que podem não estarem sendo tratadas como seres humanos neste exato momento e nós nem sabemos”, disse a estudante de direito de 21 anos, Loana Oliveira.

Deixe um comentário »

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: