Governo do Estado iniciou Curso de Formação em Direitos Humanos para Policiais do Rio de Janeiro

12/16/2013 às 11:54 am | Publicado em Informações | Deixe um comentário

Iniciativa da SEASDH em parceria com a SESEG irá formar mil policiais do estado, com investimento de R$ 900 mil

As secretarias de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos (SEASDH) e de Segurança Pública (SESEG) realizaram, esta semana, no Centro de Capacitação de Programas de Prevenção (CCPP), em Sulacap, o primeiro módulo do Curso de Formação em Direitos Humanos para Policiais do Estado do Rio de Janeiro. A iniciativa visa investir na formação humanística dos policiais do estado, melhorando a relação polícia-população e evitando excessos em situações de conflito, tais como as manifestações ocorridas no estado desde junho deste ano.

“Muitas vezes, no intuito de manter a ordem e defender o patrimônio público o Estado, ali representado pela polícia, acaba por violar os Direitos Humanos. Nós temos uma polícia muito militarizada, que durante décadas foi treinada de forma hierarquizada e violenta. Para evitar essas violações de direitos humanos e melhorar a relação polícia-cidadão, o Governo do Estado entendeu que é fundamental investir na formação humanística da polícia, para que, com conhecimento, eles possam agir dentro do que preconizam os direitos humanos nos momentos de conflito”, destaca o secretário de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos, Zaqueu Teixeira.

O cursos irá formar 1000 policiais, com investimento de R$ 900 mil, feito pela SEASDH. Na etapa piloto participam da iniciativa 30 policiais do Programa Educacional de Resistência às Drogas (PROERD) e 30 policiais do Batalhão de Grandes Eventos, que atuarão em momentos como Carnaval, Natal, Réveillon, Copa do Mundo etc. Estes policiais serão multiplicadores dentro da corporação.

A formação, com carga de 80 horas, será dividida em três módulos. O primeiro, realizado agora em dezembro, terá 20 horas de formação. O segundo módulo começa em fevereiro e terá 40 horas-aula. A última etapa ocorre em março, com 20 horas de formação.

Cada turma terá um tutor, que acompanhará a evolução dos alunos, a construção do conhecimento, o aprendizado, a conscientização e humanização dos policiais. As aulas serão ministradas por professores são das universidades Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ) e Estadual do Rio de Janeiro (UERJ).

Dentre os assuntos abordados estão: Direitos Humanos e Construção da Cidadania; Minorias e Desigualdade Social; Questões Sociais e Diversidade; Cidadania no cotidiano; Políticas de Proteção Social; Direitos Fundamentais e Antropologias Urbanas, que tratará das relações entre capitalismo e pobreza, cidadania e segurança pública, mídias e manifestações.

Deixe um comentário »

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: